sábado, 4 de maio de 2013

Diário de uma Rapousa Saudável: Como tudo começou - UPDATED

Desde que me conheço por gente, faço dieta.

Mesmo não tendo sido uma criança gordinha (tive até suspeita de raquitismo quando pequena), na pré adolescência, pós anos 80 e o fenômeno do "boom" de malhação capitaneado pelos "workouts" de Jane Fonda, a pressão por um corpo magro, sempre fez parte da minha vida.

Alternei períodos de magreza com outros em que estava gordinha e outros - estes bastantes tensos e difíceis- em que estava bastante gorda, verdadeiramente necessitada de uma "intensiva de coscarque". 

Tomando juízo, entre os anos de 1999 à 2006, incorporei a vida saudável à minha rotina e nunca deixei de fazer dieta e de praticar exercícios físicos, sempre assessorada por uma nutricionista desportiva e por um personal trainer.

Em 2007 me joguei nas cordas e fui, gradativamente, engordando. Comi e bebi tudo que tinha vontade, larguei a prática de exercícios e tinha uma vida bastante desregrada. 

Em 2010, fui diagnosticada com uma displasia fibrosa no colo do fêmur esquerdo (um espécie de tumor benigno, para resumir) e fiquei de muletas por 6 (seis) meses.

Após a cirurgia e, em processo de recuperação, nos meus exames de rotina, assustei-me muito com ops resultados, sobretudo os de colesterol, triglicerídeos,... e resolvi dar um basta, porque já não era mais, apenas, uma questão de beleza, já estava afetando a minha saúde.

Foi então que resolvi procurar, novamente, uma nutricionista, a queridíssima Luiza Milman Azambuja, em dezembro daquele ano. Conversamos longamente sobre as razões de eu ter engordado, meus hábitos, minha rotina, minhas preferências alimentares e estabelecemos a meta inicial de emagrecer 10kgs.

Como ainda estava em recuperação da cirurgia (regeneração óssea), meu fisioterapeuta (e mágico hehehe), o Dr. Cesar Valenzuela Neto, me prescreveu caminhadas de 25 (vinte e cinco) minutos, 5 vezes por semana, com descansos a cada 2 ou 3 dias. A cada 2 semanas, deveria aumentar em 5 minutos o tempo de exercício.

E assim foi...

É bacana ressaltar que iniciei uma dieta em dezembro, época de muitas festas e incentivo à gula. Fiquei o primeiro mês inteiro sem beber alcool, nem comer doces ou frituras. Foi uma prova de resistência aguentar a todas tentações. Nos primeiros dias, confesso que fiquei bastante irritada, com muita fome e vontade de jogar tudo pro alto, mas com o passar dos dias, tudo foi melhorando.

O esforço foi compensatório. Foram eliminados 3 kgs no primeiro mês e  7 kgs na metade de fevereiro de 2011, até que alcancei a perda total de 16,2kgs, em agosto de 2011.

Neste interregno, também, não deixei de praticar atividade físcia. Me matriculei em uma academia e alternava treinos de musculação e aeróbico (transport/corrida), bem como treinos de circuito.  O que me ajudou muito na preguiça (definitivamente, não sou rata de academia), foi a parceria da minha querida amiga Iágoda. Quando uma não queria ir, a outra, praticamente, obrigava.




Desde então, há períodos em que estou um pouco acima do peso que considero ideal, mas tenho me mantido magra, porque, em que pese, me permita o prazer de enfiar o pé na jaca (como diria a Carol Buffara), de vez em quando, não abandonei mais a vida saudável.

A adoção da vida saudável me trouxe muitos benefícios: além do up na autoestima, me sinto mais diposta, durmo melhor e minha saúde é de ferro (dificilmente fico doente e meus check ups estão impecáveis).

Como  busco, cada vez mais, incorporar cada vez mais este estilo de vida ao meu, criei a seção Diário de uma Rapousa Saudável para compartilhar experiências com nossas leitoras a respeito de emagrecimento, alimentação saudável, exercícios físicos e dicas em geral.

Sei que o assunto ~flooda~ as redes sociais de maneira quase insuportável. É um tal de #ProjetoFulana pra cá, #ProjetoFulana pra lá, mas o enfoque que pretendo dar aqui é outro, até porque cada pessoa tem não só o direito, como a obrigação de buscar a vida que mais adequada à sua realidade e aos seus desejos.

Conto com vocês nesta jornada!

XoxO

--------------------------------------------------------------------------------
UPDATE: Os contatos dos profissionais que me atendem são:

Dr. Cezar Valenzuela Neto - Fisioterapueta
Rua Dom Pedro II, 1610/401
(51) 33.37.6963

Luiza Milmann Azambuja - Nutricionista
Rua Ramiro Barcelos, 1056/601
(51) 33.11.57.43
 

2 comentários:

Cláudia Cunha disse...

Olá, você poderia me passar o contato da nutri? abraço!

Z. disse...

OLá Claudia! Atualizei no post os contatos dos profissionais! Bjsss felpudos!