quinta-feira, 1 de abril de 2010

O amor como potência criativa


O amor é uma das mais genuínas expressões da potência criativa, enquanto que a paixão, embora muito sedutora, representa o desejo de controle sobre o outro. Muito frequentemente, observamos o amor ser consumido pelo desejo de posse do amado, sendo esse um dos mais tristes exemplos da hegemonia das forças reativas. (In: Curação: a arte de bem tratar-se).

***A foto linda é daqui ó. Para saber mais do livro Curação, acessar o site do Bororó25.

Um comentário:

F. disse...

Manaaaa que foto linda mesmo! Amei...