segunda-feira, 30 de junho de 2008

Sobre nós mesmos e aqueles que são importantes





Já discutimos tanto, aqui mesmo, sobre homens, relacionamentos, tentamos entender e discutir razões e motivos muitas vezes indiscutíveis, por serem apenas frutos de nossos sonhos ambiciosos de contos de fadas e que não são recíprocos. Pensamos tanto sobre isso, nos desgastamos e o resultado? O resultado não existe! Ali ficamos a mercê das ações de terceiros, torcendo para que aconteça aquilo que esperamos, ali ficamos perdendo nosso tempo.

Por que não pensamos sobre nós mesmos? Será que fazemos isso? Quando pergunto se pensamos e tentamos analisar nossas vidas, quero dizer encarar os fatos e a realidade e não nos vermos como um espectador sentado na platéia de um teatro assistindo a si próprio no papel do protagonista ideal de nós mesmos.

A todo momento ouvimos críticas e elogios, mas sabemos separar os que realmente nos cabem? Sabemos distinguir o elogio feito por alguém que conhece o fato e diz com o coração essas palavras que nos fazem vibrar? Ou será que colocamos estas pessoas que nos presenteiam sua sinceridade no mesmo grupo daquelas que nos elogiam apenas porque sabem que isso desarma qualquer um que esteja na defensiva e cria um ambiente amigável e favorável a ela!?

E com relação a críticas? Sabemos escutá-las e descartar as baseadas em sentimentos ruins e mentiras e separar a dolorida, muitas vezes vergonhosa, verdade e com isso tentar crescer, tornarmo-nos mais maduros, sabemos aprender com os erros?

Por que preferimos falar sobre relacionamentos mal sucedidos sempre colocando o foco no outro e não em nós mesmos? Nossas vidas não estão baseadas “no outro” e, se assim parece, não passa de uma fantasia que nós criamos e colocamos a força em nossas mentes. Será que nos conhecemos? Será que temos consciência da nossa dimensão, do nosso valor? Será que realmente sabemos quais são nossas qualidades e nossas fraquezas? Será que sabemos dizer às pessoas que nos cercam e convivem conosco quais são suas características?

Há pouco mais de duas semanas fui à missa de sétimo dia de um amigo que faleceu em um acidente de carro. Nunca vi Igreja alguma tão cheia, nunca presenciei uma missa tão bonita. A Igreja Nossa Senhora do Brasil, que não é pequena, lotou e só não sei dizer se pessoas ficaram do lado de fora, pois cheguei mais cedo e consegui lugar em um banco. Ali vi pessoas de todas as idades, muitos jovens claro, mas encontrei uma diversidade imensa de pessoas. Vi nos olhos de cada um uma tristeza inconsolável, na inquietude de todos percebi o medo e a angustia de não saber o que fazer, como agir, de não saber como seria a vida sem a presença física deste amigo. Senti a solidão que invadia, mesmo nos apertando para que todos pudessem prestar esta homenagem a uma pessoa tão especial, admirável, amigo e companheiro leal, alegre, divertido e muito feliz. Um irmão protetor, orgulhoso, ciumento, amigo, companheiro, parceiro, fiel, cúmplice (digo isto e muito mais, por ter sido testemunha ocular desta relação de irmãos).

Hoje fico com a duvida, será que o Thiago tinha consciência da sua dimensão? Será que minha avó tinha consciência da sua importância? Será que fui capaz de deixar isto claro para ela? Porque destinamos tanto tempo a falar, discutir e pensar sobre pessoas que entram em nossas vidas, mas cada qual a sua maneira e por seu motivo, optam por sair? Será que pensamos o suficiente sobre nós mesmos e isso inclui pensar sobre as pessoas que convivem conosco e ajudam a nos construir? Será que somos conscientes de nossa dimensão e também demonstramos àqueles que amamos e que nos amam o quanto são importantes, para que assim também saibam da sua dimensão?

Que triste passar pela vida sem conhecermos a nós mesmos e, ainda pior, sem dar a oportunidade para que os demais se conheçam. A facilidade que muitos de nós temos em dizer que odeia, ou não gosta de alguém me surpreende, mas me surpreende de uma maneira ruim, quando comparada a dificuldade de se dizer Eu Te Amo, seja por medo, insegurança, timidez...

Na música Gentileza, Adriana Calcanhoto canta “... amor, palavra que liberta, já dizia o profeta..”, acredito que devemos dizer mais vezes Eu Te Amo, mas sem banalização, dizer com a verdade que vem da alma e do coração. Talvez esteja sobrando amor no sentido de romance e faltando no sentido mais amplo, no sentido de amor coletivo, entre as pessoas e também no sentido de amor próprio. Eu não consigo entender tanta violência, guerra, desrespeito aos demais e aos próprios valores e princípios e tanto apego a coisas materiais, superficiais, voláteis... E o intangível, aquilo que não se mede, o inexplicável, o inesperado, o inesquecível que é o que nos faz explodir em emoções!?

Do fundo do meu coração, espero que outra música, Socorro, não se aplique a ninguém, “Socorro, não estou sentindo nada, nem medo, nem calor, nem fogo, não vai dar mais pra chorar, nem pra rir, socorro, alguma alma, mesmo que penada, me empreste suas penas, já não sinto amor, nem dor, já não sinto nada, socorro, alguém me dê um coração, que esse já não bate, nem apanha, por favor, uma emoção pequena, qualquer coisa, qualquer coisa que se sinta, tem tantos sentimentos, deve ter algum que sirva, socorro, alguma rua que me dê sentido, em qualquer cruzamento, acostamento, encruzilhada, socorro, eu já não sinto nada, nada…”

PS – Nick, eu tenho certeza que o Barba sabia sobre seus sentimentos por ele e vi que tudo entre vocês era recíproco. E agora meu amigo, você literalmente tem um anjo no céu te protegendo de tudo e de todos. Assim como eu tenho a minha avó e assim como acredito que todos têem um anjinho especial.

Beijos com muito amor, mana F.

GIRLS, I´M FAMOUS*** - II EDITION

Será realizada, na sexta-feira próxima, dia 04/07/2008, a 2ª edição da Festa Girls, I am Famous na Kimik.

À frente do evento estão nomes como Cris Zinelli, Lívia Giulian, Luianne Carvalho, Marcinha Müller, Mari Eggers, Naty Mazzei, Nicole Baldwin, Vic Pugliero e of course, euzinha, Zabéti, dentre outras.

Tenho que parafrasear minha amiga, Mana Rapousa e Famous master organizadora do evento, Nick Baldwin quando ela diz que a única palavra que bem se adequa à primeira edição da festa é S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L.

Naquela oportunidade, contamos com a presença das pessoas mais bonitas e bem nascidas da Província, além de diversas presenças interestaduais no evento. O som perfeito by
Double S foi o ponto alto da festa, que se repetirá nessa segunda edição.

Convidados das Rapousas são Vipérrimos e contam com várias vantagens como acesso preferencial e desconto no Ingresso até meia-noite.

Quem quiser ir, por favor me mande os nomes aqui pelo Blog, no meu email
aemreis@hotmail.com ou no orkut!

Aguardo todos lá!

Bjssss felpudos & famous, Z.

***Em tempo: As Rapousas farão toda a cobertura do evento com flashes e impressões! AGUARDEM!

domingo, 29 de junho de 2008

QUEM TE VIU, QUEM TE VÊ..

Está aqui a prova de que não existe mulher feia, apenas mulher pobre!!!! Essa famosa expressão é mais do que verdadeira, como se pode verificar nas fotos abaixo, do antes e depois da fama de J. Lo. Tô até agora abalada com tanta mudança!!!!! Quem sabe não fazemos um antes e depois da Província??? No melhor estilo "meu passado me condena" hehehe...
.

MAIS BALADAS

Fabi + Paulo + M Carol


Outra festa mega felpuda aconteceu, também no sábado (28), na residência do advogado Paulinho Uebel. Sucesso como sempre, of course, com muita gente bonita dançando ao som animadíssimo de Double S! A festa, que contou com a presença dos colegas paulistas do anfitrião, era para convidados exclusivíssimo da high society da Província, dispensando qualquer comentário. Estivemos lá para conferir e adoramos! Parabéns Paulinho!

EMBALOS DE SÁBADO À NOITE

Nem a chuva, nem a blitz e a lei seca tiraram o brilho da festa Top 300 na Ilha das Flores no último sábado (28)! Rafael Borges, Rafael Ferri, Fernando Silveira e Celso Alcaraz-Gomes, agitaram a Marina da Conga e arrecadaram quase 300kg de alimentos a serem doados à comunidade da ilha. Quem foi conferir, aproveitou! Quem não foi, pode curtir os flashes da noite aqui no blog, que fez a cobertura do evento!

Concentra no nosso amigo Bob

.Os anfitriões

. Enrico + Fernando
.
Ju + Adri + friend + Tamara

.J + Vizinho

.Gustavo + Fernando

.Marcelo Karan + Felipe Só

.
João Francisco + Duda + Fabrício Pacheco

.
Manas S/A: MJ + CZ

.
Ferri + Pati

.
Helton + friends and brother

.
Friend + Cuca + Dani + Lari

.Phyyynos: TH + RB + FT + Z

.Vista aérea do agito

.
Fe Sesta + Marília + Luciana Rosa + Adriana Pretto

.
Luke + Adriano + Pedrinho

.
Luxooooooo

.

Smack

. Camila + Bruna + Fabi + Maria Carolina + Thaise + Ana Elisabete

. Francine + Bruna

.Fernando + Marilia + Luciana + Rafael

.
Ferri + friends

.Camila + Bruna

.Gurias curtindo a festinha

.TH + J

.JH + Vina + Alex + Edu

.Magadan

.
M Carol + Francine + Bruna

.Guiga + Z

.Beta + friends

.
J + B

.
Joaquina + Duda + Beta + Duda

.
Marthinha + Juliana

.
Dani Amaro + Juliana

.
JO + Bob

.
Joaquina + Salsicha

.

Kátia Martinicorena + Francy Vasconcelos

.

LEI SECA


Rapousas e Rapousos,


Não é novidade nenhuma que álcool e direção não combinam e conhecemos, aqui na província mesmo, vários episódios infelizes de amigos nossos ou pessoas próximas, que culminaram em mortes e, muitas vezes, em seqüelas físicas, psicológicas e fisiológicas irreversíveis.


Estou falando sobre isso porque o assunto do momento em todos os meios (não só no felpudo) é a edição da Lei 11.705 que alterou o Código de Trânsito Brasileiro e que deverá provocar uma mudança de hábitos da população brasileira. A chamada Lei Seca.


A partir de agora o consumo de qualquer quantidade de bebida alcoólica por condutores de veículos está proibido. Antes, era permitida a ingestão de até 6 decigramas de álcool por litro de sangue (o equivalente a dois copos de cerveja).


Agora, quem for pego dirigindo depois de beber terá que pagar da multa de R$ 955,00 e vai perder a carteira de motorista por 12 meses.


Pela nova lei, o motorista que se recusar a fazer exames de bafômetros e de coleta de sangue para verificar a quantidade de álcool consumido estará, imediatamente, sujeito às penalidades do artigo 165, do CTB, ou seja, se o sujeito não aceitar fazer o teste será considerado embriagado e terá que pagar a multa de R$ 955,00 e vai perder a carteira.


*** Art. 165. Dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência:

Infração - gravíssima;

Penalidade - multa (cinco vezes) e suspensão do direito de dirigir por 12 (doze) meses;

Medida Administrativa - retenção do veículo até a apresentação de condutor habilitado e recolhimento do documento de habilitação.

Parágrafo único. A embriaguez também poderá ser apurada na forma do art. 277.


Entretanto, se sujeitar ao bafômetro ou teste de teor alcoólico ainda pode ser uma má idéia. Pois se for verificado que o condutor está dirigindo com 6 decigramas de álcool no sangue (o que equivale – repito – a 2 copos de cerveja) ele está cometendo crime pela nova lei de trânsito (art. 306 do Código de Trânsito Brasileiro), que resulta em detenção (cadeia) de 6 meses a 3 anos, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.


Deixadas as hipocresias de lado, a verdade é que qualquer quantidade de bebida alcoólica compromete os sentidos e a nova lei pode, efetivamente, reduzir os acidentes de trânsito.

Para quem não acredita em fatalidades e acha que esse tipo de coisa só acontece com os outros, uma grande lição de vida é acessar o site Vida Urgente da Fundação Thiago Gonzaga. Vamos preservar vida!


Abaixo as perguntas sobre a nova lei.Tire suas dúvidas


1- Quanto de álcool é permitido beber antes de dirigir com a mudança?


Nada.

2- Quanto tempo o álcool permanece no sangue após o consumo e depois de quanto tempo o motorista poderá dirigir?


Um copo de cerveja demora cerca de seis horas para ser eliminado pelo organismo. Uma dose de uísque, que é bem mais forte do que a cerveja, demora mais tempo do que isso. O mais garantido é que o motorista possa dirigir depois de 24 horas. Se estiver de ressaca e com sintomas provocados pela grande quantidade de álcool consumida, o melhor é ficar em casa. Este é o momento em que o álcool começa a ser tóxico e permanece no corpo por mais tempo.


3- Como o índice de álcool no organismo do motorista vai ser verificado?

De três maneiras: O bafômetro e o exame de sangue são mais sensíveis para detectar dosagens alcoólicas. O exame clínico é menos sensível para a dosagem, mas serve para indicar sinais de embriaguez como olho vermelho, alegria excessiva e falta de coordenação motora, por exemplo.


4- Quando não há bafômetros disponíveis no local da fiscalização, o motorista é obrigado a fazer exame de sangue?


Se o policial tiver indícios fortes de embriaguez do motorista, com testemunhas, por exemplo, ele pode exigir, sim, uma amostra do sangue ou a chamada de um médico para diagnosticar a embriaguez. A ausência do bafômetro, no entanto, pode permitir o questionamento da identificação da embriaguez. O policial precisa ter evidências de que o motorista está embriagado para requerer o exame de sangue ou o exame clínico no motorista.


A pessoa pode se recusar, mas o policial também pode exigir que o motorista seja examinado por um médico-perito.


5- O uso de medicamentos pode alterar o resultado do exame do bafômetro?

Só se o medicamento tiver álcool em sua composição. Depende também da quantidade ingerida e da dosagem do medicamento.


6- A bebida alcoólica usada no preparo de uma sobremesa pode ser detectada no exame de sangue ou no bafômetro?


A quantidade é menor, mas também será detectada pelo exame de bafômetro e de sangue.


7- A lei vale para todos os motoristas e em qualquer lugar?


A lei vale para qualquer condutor e em qualquer lugar onde puder circular um veículo.
A fiscalização será feita tanto por policiais rodoviários federais como por policiais militares. Quando existir convênios na área da segurança, guardas municipais e policiais civis também poderão fazer a fiscalização.

8- A ‘lei seca’ pretende reduzir acidentes no trânsito?

A lei dá uma segurança maior sobre a questão do trânsito, mas é falha quando se fala sobre o bafômetro. Antes de entrar em vigor, todos os pontos de fiscalização e os policiais responsáveis por este trabalho deveriam ser melhor equipados. A fiscalização tem de ser permanente.

sábado, 28 de junho de 2008

MAIS FOTOS WINTERPLAY 2008


Para quem quiser ver mais clics do Winterplay 2008, cliquem nos links abaixo! Destaque pras fotos do meu amigo Nelson Pacheco por ter registrado momentos marcantes do eventos!

Os posts sobre as Impressões do WP estão aqui e as fotos que postei, aqui.

Bisous, Z.

Festa na Ilha
Glamurama Pop
Marco Dutra
Nelson Pacheco
Zagora

Português Unificado!



Rapousinhas, não sei se vocês já sabem, mas desde 1990 se estuda a reforma da língua portuguesa utilizada por todos os países que tem o português como seu idioma oficial e que deve entrar em vigor no final deste ano. Isso significa, entre outras coisinhas, a aposentadoria dos nossos gorduchos Houaiss e Aurélio, trocados descaradamente pelo Novo Dicionário Universal!

Nós brasileiros teremos de nos adaptar a poucas mudanças. Como ocorrido na década de 70, agora também perdemos alguns acentos. Exemplos – não teremos mais os circunflexos de paroxítonas terminadas em “o” duplo (vôo – que será voo), também o circunflexo na terceira pessoal do plural do presente do indicativo ou do subjuntivo dos verbos crer, dar, ver e ler e seus decorrentes (creem, deem, veem e leem), além de ser extinto o trema.

Uaaau, depois de passar pelo colégio de forma louvável, teremos de aprender, ou melhor, decorar, as regras (e exceções) de nomes complicados para depois saber que não devemos mais usá-las!

Portanto, caça às apostilas e livros de gramática, chegou a hora de relembrarmos o que são oxítonas, paroxítonas, proparoxítonas, ditongos crescentes, ditongos decrescentes, hiatos e mais os milhares de tempos verbais...

Se eu ainda me lembro...

OXÍTONAS – sílaba tônica é a última
PAROXÍTONA – sílaba tônica é a penúltima
PROPAROXÍTONA – sílaba tônica é a antipenúltima
DITONGOS – combinação de uma vogal e uma semivogal “i” “u”
Crescente – semivogal antecede a vogal
Decrescente – vogal antecede a semivogal

OOOOPS, seção nostalgia... estou lembrando agora dos nomes, pronomes, adjetivos, substantivos, determinantes, advérbios, preposições, regras de acentuação, sinais gráficos, período da frase, orações coordenadas, orações subordinadas... lembrando os nomes, porque as regras, e exceções claro, está difícil!

quinta-feira, 26 de junho de 2008

A HORA DE DIZER CHEGA



Em nossas vidas há sempre momentos em que temos que dizer adeus, seja para pessoas ou situações. Esse momento é sempre difícil e sempre vem a dúvida de como serão os dias daqui pra frente. Mudança é bom e necessária, mas nem sempre é tão fácil assim.


Em termos de relacionamentos, falo por experiência própria, depois de 258473893 foras que levei e que dei, nós mulheres demoramos mais para acabar. Por que temos tanta dificuldade? Por que nos sujeitamos a tantas coisas sem necessidade? Choramos, nos despedaçamos, sempre com a esperança de que algo vai mudar. Ou então inventamos desculpas para nós mesmas... as mais esfarrapadas possíveis. E o tempo vai passando e a gente aguentando quietinhas, sofrendo. Até que um belo dia a ficha cai e aí é que percebemos que já tentamos de tudo. Já brigamos, já xingamos, já perdoamos, já mudamos e tudo continua na mesma.



Enquanto os homens tem maior facilidade de jogar tudo para o alto e na maioria das vezes se arrependem e voltam atrás, as mulheres são mais tolerantes, pensam, calculam, avaliam tudo para tomar a decisão certa e isso demora... Quando o namorado vai beber com os amigos, vai jogar futebol ou viaja a trabalho nós ficamos em casa. Enquanto ficamos em casa a cabeça pesa, dá um nó, procura uma saída, coloca na balança todos prós e contras.


Quando a cartada final é dada é porque não há mais nada a perder, não tem mais volta, já chegamos ao fundo do poço. A gente já avaliou por todos os ângulos, já fez todos os cálculos de todas a probabilidades e concluiu que não dá. O domingo a noite vai ser horrível, vai doer pensar que ele vai ser de outra. Mas tudo isso já foi calculado previamente e nada vai ser pior que continuar o relacionamento que ao invés de acrescentar só te dá dor de cabeça e sofrimento. Por isso o importante é tomar a decisão certa, custe o tempo que custar.

quarta-feira, 25 de junho de 2008

JUST FOR RENT

Depois de assistir ao filme Sex and The City, certamente 10 entre 10 mulheres ficaram se perguntando sobre a febre que se espalhou pelos Estados Unidos e que está sendo difundida no mundo todo após a referência na película: o aluguel de bolsas!!!


Carrie: - Uma última pergunta, como
uma mulher simples se dá ao luxo de ter uma Louis Vuitton?

Louise: - É alugada!


Há tempos virou mania por lá o aluguel de bolsas, jóias e até óculos escuros!!! Tudo de grifes muito phynas, of course!
.
Com o lema Guilty pleasure, minus the guilty, o site www.bagborroworsteal.com é um dos mais acessados pelas gringas, com bolsas Chanel, Louis Vuitton, Yves Saint Laurent, Prada, Burberry, Gucci, Fendi, Bvlgari, entre outras várias. Com diferentes modelos e cores, os preços variam entre R$ 50,00 e R$ 1.500,00 por mês, sendo também possível o aluguel por semana. Outras alternativas são os sites www.frombagstoriches.com ou www.kissmybag.com.
.
Para quem mora nos States, basta cadastrar-se nos sites, criar a conta e pronto. Dá para desfilar em um coquetel com uma charmosa carteira pink Dior, ir a um almoço de amigas exibindo uma clássica Chanel vintage e até ser o hit de uma interação felpuda com a bolsa Strawberry Cubcake Clutch da Lieber (aquela que a filha de Charlotte usa no casamento de Carrie). Chique no últimooooo!!!
.
Já está sonhando com o desfile de bolsas baludas??? Pois bem, quem resolver cair em tentação ainda poderá comprar os mimos alugados com ótimos descontos. Aqui no Brasil, rolam boatos de que o site BoBags investirá no sistema. Na Província, contudo, acredito que vá demorar para a moda chegar... aiiii que pena!!!! Contagem regressiva para alguém copiar a idéia!



** Créditos para minha amiga Marie, que foi quem deu a dica do post. Thanx amiga!