terça-feira, 13 de maio de 2008

E MAIS UMA VEZ AS RAPOUSAS DESTACAM-SE


Em tempo...

Alguma de vocês já tinha parado pra pensar que a rapousa é o personagem mais importante que o pequeno príncipe encontra em seu caminho?!

As passagens mais famosas e citadas por todos estão no capítulo da Raposa: tu és eternamente responsável por aquilo que cativas, o essencial é invisível aos olhos ou só se vê bem com o coração e aquela parte do rito (que eu sempre aplico nas minhas cantadas canalhas... hehehe... se tu diz que tu vens, eu fico feliz desde agora...).

Pois bem, belas rapousas... Mais uma vez reinamos absolutas...

Abaixo a transcrição do capítulo para que se inspirem, se emocionem e apliquem os ensinamentos da sábia rapousinha no seu dia-a-dia!


A raposa


E foi então que apareceu a raposa:

- Bom dia-disse a raposa.
- Bom dia-respondeu educadamente o pequeno príncipe, que, olhando a sua volta, nada viu.
- Eu estou aqui-disse a voz, debaixo da macieira...
- Quem és tu?-perguntou o principezinho. -Tu és bem bonita...
- Sou uma raposa-disse a raposa.
- Vem brincar comigo-propôs ele.- Estou tão triste...
- Eu não posso brincar contigo-disse a raposa.- Não me cativaram ainda.
- Ah! desculpa-disse o principezinho.

Mas, após refletir,acrescentou:

- Que quer dizer "cativar"?
- Tu não és daqui-disse a raposa.- Que procuras?
- Procuro os homens-disse o pequeno príncipe.- Que quer dizer "cativar"?
- Os homens-disse a raposa - têm fuzis e caçam. É assustador! Criam galinhas também. É a única coisa que fazem de interessante.Tu procuras galinhas?
-Não - disse o príncipe.- Eu procuro amigos. Que quer dizer "cativar"?
- É algo quase sempre esquecido - disse a raposa. - Significa "criar laços"...
- Criar laços?
- Exatamente - disse a raposa.- Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu também não tens necessidade de mim.Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas.Mas,se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo...
- Começo a compreender- disse o pequeno príncipe.
- Existe uma flor...eu creio que ela me cativou...
- É possível - disse a raposa.- Vê-se tanta coisa na Terra...
- Oh! não foi na Terra-disse o principezinho.

A raposa pareceu intrigada:

- Num outro planeta?
- Sim.
- Há caçadores nesse planeta?
- Não.
- Que bom! E galinhas?
- Também não.
- Nada é perfeito - suspirou a raposa.

Mas a raposa retomou o seu raciocínio.

- Minha vida é monótona.Eu caço as galinhas e os homens me caçam.Todas as galinhas se parecem e todos os homens também.E isso me incomoda um pouco.Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros passos me fazem entrar debaixo da terra. Os teus me chamarão para fora da toca,como se fosse música. E depois,olha! Vês, lá longe, os campos de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim não vale nada.Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelos dourados. Então será maravilhoso quando me tiveres cativado. O trigo, que é dourado, fará com que eu me lembre de ti. E eu amarei o barulho do vento no trigo...

A raposa calou-se e observou por muito tempo o príncipe:

- Por favor...cativa-me! disse ela.
- Eu até gostaria- disse o principezinho, -mas não tenho muito tempo.Tenho amigos a descobrir e muitas coisas a conhecer.
- A gente só conhece bem as coisas que cativou - disse a raposa.- Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo já pronto nas lojas.Mas como não existem lojas de amigos, os os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me!
- Que é preciso fazer?- perguntou o pequeno príncipe.
- É preciso ser paciente - respondeu a raposa.- Tu te sentarás primeiro um pouco longe de mim, assim, na relva.Eu te olharei com o canto do olho e tu não dirás nada. A linguagem é uma fonte de mal-entendidos. Mas, cada dia, te sentarás um pouco mais perto...

No dia seguinte o príncipe voltou.

- Teria sido melhor se voltasses à mesma hora - disse a raposa.- Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três começarei a ser feliz! Quanto mais a hora for chegando, mais eu me sentirei feliz. Às quatro horas, então, estarei inquieta e agitada: descobrirei o preço da felicidade! Mas se tu vens a qualquer momento, nunca saberei a hora de preparar meu coração...É preciso que haja um ritual.
- Que é um "ritual"? - perguntou o principezinho
- É uma coisa muito esquecida também-disse a raposa. -É o que faz com que um dia seja diferente dos outros dias; uma hora, das outras horas. Os meus caçadores, por exemplo, adotam um ritual. Dançam na quinta feira com as moças da aldeia. A quinta feira é então o dia maravilhoso! Vou passear até a vinha. Se os caçadores dançassem em qualquer dia, os dias seriam todos iguais, e eu nunca teria férias!

Assim o pequeno príncipe cativou a raposa. Mas, quando chegou a hora da partida, a raposa disse:

- Ah! Eu vou chorar.
- A culpa é tua - disse o principezinho. - Eu não queria te fazer mal; mas tu quiseste que eu te cativasse...
- Quis - disse a reposa.
- Então não terás ganho nada!
- Terei, sim - disse a raposa - por causa da cor do trigo.

Depois ela acrescentou:

- Vai rever as rosas. Assim,compreenderás que a tua é a única no mundo. Tu voltarás para me dizer adeus, e eu te presentearei com um segredo.

O pequeno príncipe foi rever as rosas:

- Vós não sois absolutamente iguais à minha rosa,vós não sois nada ainda.Ninguém ainda vos cativou, nem cativastes ninguém. Sois como era minha a minha raposa. Era uma
raposa igual a cem mil outras. Mas eu a tornei minha amiga. Agora ela é única no mundo.

As rosa ficaram desapontadas.

- Sois belas, mas vazias - continuou ele, - Não se pode morrer por vós.Um passante qualquer sem dúvida pensaria que a minha rosa se parece convosco. Ela sozinha é, porém, mais importante que todas vós, pois foi ela quem eu reguei. Foi ela quem pus sob a redoma. Foi ela quem abriguei com o pára - vento.Foi nela que eu matei as larvas (exceto duas ou três por causa das borboletas). Foi ela quem eu escutei queixar-se ou gabar-se, ou mesmo calar-se algumas vezes. Já que ela é a minha rosa.

E voltou,então à raposa:

- Adeus...- disse ele.
- Adeus - disse a raposa.- Eis o meu segredo.É muito simples: Só se vê bem com o coração.
- "Só se vê bem com o coração" - repetiu o principezinho, para não esquecer.
- Foi o tempo que perdeste com tua rosa que a fez tão importante.
- Foi o tempo que eu perdi com a minha rosa...-repetiu ele, para não se esquecer. - Os homens esquecem essa verdade - disse ainda a raposa.- Mas tu não deves esquecer. - Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.Tu és responsável pela tua rosa...

E assim repetiu o principezinho, para não se esquecer.

18 comentários:

J disse...

Que texto mais maravilhoso... Não tive o prazer de ler O Pequeno Príncipe, mas confesso que irei correndo sair do computador e ver se tenho aqui em casa. Realmente, o essencial é invisível aos olhos...

Achei lindo... nem tenho comentários, o texto fala por si.

Obrigada Z por compartilhar isso conosco!

Beijos, J.

bibizzinha disse...

My favorite Foxy! So pretty...

Estamos com visitantes no nosso rastro... Hummmmmm!!! [:D]

My dream is to fly over the rainbow so high................

Anônimo disse...

Agora to soh no bico das foxy's! To aprendendo afuuu! hehehe Bjkssss

MM

Bia disse...

Hummmmmmmmmmmmmmmm
Mulheres de atitude que chegam chegando são um problema!!!
Affffffffffff
Hihihi
To afim de revelar a identidade do MM...
Huahuahuahua
Bjsss

Anônimo disse...

bib's, pode revelar minha identidade, mas nao me responsabilizo se elas se apaixonarem por mim hein!!! Sob tua conta e risco... hehehehehe Bjssss

MM

Z. disse...

Queremos saber se MM é um rapouso felpudooooo!!!!! Hahahaha. Bjssss

Anônimo disse...

Cuidado hein... MM é um predador de Rapousas... e tenho um apetite vorazz pelas louras & felpudas!!! Tem uma que ta na minha mira! hehehe Bjkss

Z. disse...

Acho que já sabemos quem a Rapousinha LOura e Felpuda que está sob a tua mira, MM, né Bib´ssssss???? Hehehehe. Bjsssss

F. disse...

AAAHHHH MANA Z. AMEI AMEI A MENCAO DO MELHOR LIVRO QUE JA LI NA VIDA, DE SAINT EXUPERY... GENIOOOO!!! LEMBRA-TE DA NOSSA CONVERSA SOBRE NOSSO LIVRINHO DE CABECEIRA DESDE CRIANCAS NEEE...
AGORA, DIGAM-ME QUEM E MM??? O Q PASSA AQUI COM O FOX BLOG?? E UM RAPOUSO FELPUDO.. E DA ESPECIE MASCULINAAA.. E ISSSOOOO?? AAAHHHHH
E QUAIS SAO OS PREDADORES DE RAPOUSAS?? NAO EXISTEM.. SAO ALGUMAS POOOOUCAS AVES... PARA TUDOOOO, NAO TEMOS PREDADORES!!!
BJ BJ
F.

F. disse...

Ahhhh, meu cerebro ainda funcionaaa... veja q consegui trocar a foto, por uma no melhor estilo rapousa loura e felpuda... foxes lifestyle...

Z. disse...

Yesssssss, Fezócaaaaa... Me lembrei muito de ti ao postar... Amoooo esse livro e sobretudo essa passagem! O MM é um rapouso felpudo aqui de Poa... Eu não conheço pessoalmente... É amigo da Mana Bib´s, nossa correspondente no Rio de Janeiro, Fevereiro e Março... Que eu saiba, rapousas não tem predador... Talvez só o King Lion... Seráááááááá?!?! Hahahaha. Bjsssss

J disse...

Só para constar que estou lendo O Pequeno Príncipe e amandoooooooo!!! Como é que eu não li antes????? Ai que absurdo!

MM: estou morrendo de curiosidade! Afinal, é sabido que as rapousas não possuem muitos predadores, que se limitam à águia-dourada, ao lobo, ao coiote e ao lince. Algum destes se encaixa em tuas características???

J.

Beta Smiksons disse...

Ameeeei Raposinhas!!!! Adoooro essa frase, sonho ler de novo o livro, to a tempos procurando aqui em casa e não acho!!
Lambida no focinho!!

Z. disse...

Betaaaaa... Se quiseres, tenho o livro aqui em casa! Tá à disposição! Bjssssss

Bia disse...

Mon cherrie... soh posso dizer q nada posso dizer... haahhahahha
MMMMMMMMMMMMM???????
Qm ser??????
Affffffff, hahahahahahah....
Tbém desconheço foxies predadores, hehe...
Besitos!!!!!!

Anônimo disse...

Imaginem um predador com olhos de águia, apetite de lobo, malandragem do coiote e pegada de Lince? Acho que tem uma raposa loura e felpuda que se vier para combate, perde o game!!! :P

...acho que só me derrubam se vierem todas juntas. E olha que mesmo assim ainda tenho minhas dúvidas!!!

Quanto a minha identidade secreta... hmmmm ...Vou fazer um teste de QI com vc's... vamos ver se dao pro Páreo mesmo como eu to achando! Pois sabem como eh neh? Apesar de eu discordar desta "lenda urbana", a fama das loira fala que nao são boas estrategistas... heheheheheh

Bjsss

onireM olecraM

Z. disse...

MM... A gente já sabia da tua identidade... Mesmo lôras, não era difícil de acertar... Hehehehe... Adorei o "olhos de águia, apetite de lobo, malandragem do coiote e pegada de Lince"... Hehehehe... Mandou bem! Sábado estarei em Caxias, mas quero ver teu comando na Nectar, hein?!?! Bjsssss

Marcelo Merino disse...

"TEA WITH ME"!!! :D Bjks MM