quarta-feira, 9 de abril de 2008

SET ME FREE!!!


HEY HEY, SET ME FREE.. STUPID CUPID, STOP PICKIN ON ME...

Não concordo com a metade da laranja, nem com a tampa da panela. Nós mulheres, e também os homens, não precisamos de ninguém que nos complete. Quando sabemos que nos falta algo, cada um por si só pode correr atrás daquilo que te falta e, desta forma, ser uma pessoa completa!
Ser completo por si só traz liberdade que, para mim é o estado mais importante para uma pessoa. Ser livre nos traz paz de espírito e acalma nossa alma, o que facilita muito a felicidade, que com toda certeza está nos momentos mais simples e talvez até banais, mas que acontece de forma tão inesperada que nos surpreende e nos enche de alegria e emoções!
Nós mulheres (não tenho conhecimento suficiente para falar sobre os homens) não queremos alguém que seja nosso oposto, tampouco nossa alma gêmea, isso definitivamente não importa! NÃO queremos um namorado que nos de jóias só porque é nosso aniversário ou natal, ou alguma data importante que o obrigue a nos presentear, MATERIAIS nós compramos!Queremos alguém que nos dê um presente, qualquer que seja, uma única rosa só pelo fato de ter passado em frente a uma banca de flores e ter se lembrado de sua namorada! Não queremos matéria e coisas mensuráveis, queremos emoções, queremos o intangível!
Queremos um amigo, um parceiro, um companheiro LEAL, um PORTO SEGURO! Alguém que nos transmita tanta confiança que nos faça esquecer o ciúme e nos deixe despreocupadas para deixa-los livres também.
Queremos alguém que nos faça sentir saudades, mesmo que por poucos instantes distantes para que no reencontro um olhe nos olhos do outro e tenha a certeza de que esta pessoa é especial, de que esta é a pessoa certa.
Pode ser que alguns tenham uma única pessoa certa, e outros tenham a pessoa certa para cada momento certo (ta, é bem difícil encontrar), assim como sei que esta é a descrição do meu príncipe encantado, mas se os homens conseguirem chegar perto disto nós já estaremos muito satisfeitas!

F.C

Um comentário:

Z. disse...

Fê! Adorei o texto! Concordo em gênero, número e grau... Sou adepta do yo solla, me basto e acredito que isso garanta sucesso nas relações afetivas! Bjssss, Z.