quinta-feira, 10 de abril de 2008

ALL BY MYSELF



Não tenho o menor jeito para escrever, só escrevo em meus receituários e prontuários por necessidade, mas como é por uma causa nobre, o blog das Rapousas Louras e Felpudas lá vou eu... Coragem!!!!!!!!

O assunto escolhido foi nossa anti-heroína Bridget Jones. Qual a mulher que nunca se identificou com essa personagem??? Eu, por exemplo, acredito piamente em ser a própria.

Bridget Jones é solteira, está na faixa dos 30, não sabe cozinhar, atrapalhada ( a única a ir fantasiada em uma festa de família), quer parar de fumar, vive de dieta, come, bebe e fuma demais.

Sofre com a idéia de não receber presente no dia dos namorados ao mesmo tempo se convence que é só uma data comercial. Ainda se espanta com homens que desaparecem porque a relação está ficando séria demais.

A empataia inicia já na primeira cena, a qual ela aparece ao lado de uma garrafa de vodca (Absolut - of course) cantando em dueto com Celine Dion, All by myself. Quantos sábados a noite não foram assim para nós também?? Qunado a única coisa que queríamos era estar ao lado "dele" assistindo a um dvd em frente a lareira e regado a vinho tinto. É de chorar no cantinho.

Qual a mulher no mundo nunca brigou com a balança e com o espelho por causa de uns quilinhos a mais. Até a mais magra, até nossa musa Narcisa, até Gisele Bündchen já desejou em algum momento da vida perder uns 5 quilos.

Quem nunca teve um relacionamento de indas e vindas, mentiras e "chifradas" com um cara lindo, rico, sedutor e principalmente cafajeste como Daniel Cleaver ( bota lindo nisso, manas - se jogassem no lixo aqui de casa eu catava, mesmo após episódio Divine Brown).

E quem já não ficou horas olhando para o telefone esperando ele tocar. Quem já não se perguntou: Por que ele não ligou? O que há de errado comigo? Por que pediu meu telefone se não ia ligar? Por que? Por que? Por que? Ultimamente tenho me perguntado muito... abafa o caso.

Realmente, o mundo está cheio de Bridgets, que sempre com muito bom humor passam por cada uma... de constrangedoras até patéticas. E que amam e sofrem na mesma intesidade.

3 comentários:

Z. disse...

Manaaaaaa... Como assim não escreve bem?!?! Enlouqueceu... Adorei o texto... Eu sou suspeite em falar, pq amo a Bridget... o "Diário de Bridget Jones" é um dos filmes mais memoráveis e com uma trilha sonora invejável, pário somente com a trilha de "Quatro Casamentos e um Funeral", em que temos ninguém mais, ninguém menos do que ele de novo: Hugh Grant... Hahahaha... Pegando um gancho nisso, apesar de do Mr. Grant não fazer meu estilo em termos de beleza, acho que mana Thaise foi feliz ao mencionar o episódeo de Divine Brown... Percebam vcs, que o rapouso Hugh tinha em casa uma mulher linda, linda, linda, a Liz Hurley e foi procurar "serviço" de uma acabada de uma Divine Brown da vida... De chorá as escolhas que os homens fazem normalmente... Lição n.º 1: Não basta ser linda, ter um corpo perfeito, ter belos olhos azuis, ser o rosto e a errepê de Estée Lauder no mundo como Liz pra garantir que não vamos nos desiludir nessa vida com algum babaca... Lição n.º 2: Aqui se faz, aqui se paga... Como está Liz Hurley hj???? Casadíssima com um milionário indiano (tenho um fraco pelo oriente - uhuuuuu)Arun Nayar, com um filho lindo e com uma marca hypíssima de moda praia que, no Brasil, até onde sei, vende com exclusividade na Daslu! E VIVA A NOSSA FELICIDADE!!!!

F. disse...

WHAAAAAAT??? PODE ME PASSAR SEUS PRONTUARIOS PQ QUERO LER, TODOS, INTEIRINHOS!!! VAI Q TEM MAIS ALGUMA SEMELHANCA COM MINHA VIDA(SEMELHANCA E POUCO, PARECE MAIS A DESCRIÇAO). COM EXCESSAO DO RELACIONAMENTO COM MUITAS IDAS E VINDAS... TA FALTANDO RELACIONAMENTO PARA ISSO AQUI VIU!!!
E VOU TIIII CONTÁÁÁÁ, DE CHORÁ NUM CANTINHO ATE SOLUÇAR ESSE PADRAO AMOROSO ESTABELECIDO PELA VIDA PARA AS RAPOUSAS!!!
BEBEEEETI, SE LIZ TEVE DIREITO A TUDO ISSO COMO RECOMPENSA... SERA Q EU POSSO ESPERAR QUE UM PRINCIPE COM TRACOS LATINOS E ESPANICOS ME SALVE DESTA DESILUSAO????
PARA TUDO PQ QUANDO EU ERA CRIANCA ME CONTARAM VARIAS ESTORINHAS DE CINDERELA, RAPUNZEL, JULIETA.. E AGORA O Q EU FACO COM TODA ESTA INFORMACAO ACUMULADA???
WEEELLL WEEELLL, BRINCADEIRAS A PARTE (COM UM OCEANO DE PROFUNDEZA INIMAGINAVEL DE VERDADE), SEMPRE QUE PERGUNTAM A UMA GURIA QUANDO PEQUENA O QUE ELA QUER SER QUANDO CRESCER (NOS ERAMOS ASSIM, NAO SE ESQUECAM).. ELA RESPONDE: JORNALISTA, ATRIZ, MEDICA, ADEEEEVOGATAAAA, DENTISTA... NUNCA ESCUTAMOS: QUERO SER A ESPOSA DE UM ARABE, EUROPEU OU LATINO... LINDO E MAE DE TRES FILHOS.. PORTANTO.. ESTAMOS NO CAMINHO CERTO!!! E COMO DIZ CRISTINA-INA, MINHA NOVA MUSA INSPIRADORA, COM MENTE MODERNERRIMA... SIGAMOS NOSSOS CAMINHOS!!! AVANTE E ADIANTE COMPANHEIRAS, COM AS VRODEGAS DA VIDA E MUITO CHOCOLATE NEEEEEEEEEEE!!!
OOOUUUTCH, DAY OFF PARA MINHAS LAMENTACOES...

PS - E DIFICIL MESMO ENCONTRAR O CARA CERTO, NA HORA CERTA E AINDA SER A MULHER CERTA PARA ELE... E O PIOR... ELE PERCEBER ISSO!!!!

MJ disse...

Manaaaaaaaa!!! Sonho esse teu texto! Amooooo Bridget Jones! E concordo em gênero, número e grau com Fox Z.... Não existe segurança quando o assunto é relacionamento. Se nem Liz Hurley, poderosérrima, conseguiu segurar o macho, o que resta para as reles mortais hehehe...?? Bem, mas como diz Narcisa, essa vida é mesmo louca e absurda! E esse muda dá voltas... ahhh se dá!!!

Beijos a todas e recomendo a leitura dos livros...

MJ